Voltar

24
Nov

China libera desembarque de carne bovina brasileira certificada antes de 4 de setembro

China libera desembarque de carne bovina brasileira certificada antes de 4 de setembro

Em um sinal positivo nas negociações entre Brasil e China para a reabertura do mercado do país asiático à carne bovina brasileira, a Administração Geral de Alfândegas da China (GACC, na sigla em inglês) autorizou hoje o desembarque das cargas que foram certificadas antes de 4 de setembro – quando passou a valer a suspensão provocada pela confirmação de dois casos atípicos do mal da “vaca louca” no Brasil, em Minas Gerais e Mato Grosso. 

Desde que o Ministério da Agricultura do Brasil suspendeu voluntariamente os embarques à China, seguindo o protocolo bilateral para a ocorrência de casos da doença, os frigoríficos temiam pelas cargas de carne bovina que estavam certificadas antes do embargo.

Ao autorizar o desembaraço dessas cargas, a China emitiu um “sinal de boa vontade”, disse um executivo de um dos maiores frigoríficos brasileiros ao Valor. Ainda não se sabe quando Pequim vai relaxar o embargo, mas a liberação dos produtos já certificados já é um grande alívio. 

Pelos cálculos de uma fonte da indústria, o volume de carne bovina certificada — muitas delas a caminho da China ou já paradas nos portos — é significativo. Estima-se que cerca de 140 mil toneladas de carne bovina estejam nessa condição. Considerando um preço médio de US$ 6,3 mil por tonelada, trata-se de um estoque de quase US$ 900 milhões.

Fonte: Beefpoint

Imagem: Reprodução/Beefpoint

PARCEIROS DA AGN

SGPA
NELORE BRASIL
BAYER
ABCZ
CANAL RURAL
NELORE BRASIL
CANAL RURAL

INSTAGRAM

AGN - Associação Goiana do Nelore
Rua 250 S/Nº Parque de Exposição Pedro Ludovico Teixeira
Vila Nova - Goiânia - GO (74653-200)
Telefone (62) 3203-1314